Follow by Email

segunda-feira, 28 de junho de 2010

Puta

Hoje o Brasil fez 3 em cima dos chilenos, talvez por isso todo mundo resolveu comemorar mais cedo e não aguentou chegar no sarau, quando cheguei, perto das 23h já havia acabado... mas valeu pq encontrei com o Marquinhos Junk que eu queria falar desde o sarau erótico, pois um dos momentos que mais gostei nesse sarau foi ele recitando um poema de  Rogério Skylab, segue:


Puta (de Rogério Skylab)

Você vai ao samba.
Uma cabrocha: só no sapatinho.
Gostosa!!!!!
No final das contas vocês vão pro Motel.
Transam a noite inteirinha.
Trinta dias depois, ela volta grávida
E quer ter o filho.
Conclusão: você pagar pensão pro resto da sua vida.
Ela te ama?
Não!!!!!
O quê que ela é então?
Puta, é puta!!!!!
Mas você insiste,
Não entrega os pontos
Vai ao Shopping, quer comprar uma calça Lee.
Uma vendedora vem ao seu encontro
E te trata pelo nome, como se vocês fossem íntimos.
Gostosa!!!!
E sensual, provocante...
Você não enxerga mais nada.
Compra calça, cueca, meia, sapato.
Conclusão: ela é uma vendedora?
Não!!!!!!
O quê que ela é então?
Puta, é puta!!!!!


Cidade do Rio de Janeiro,
Zona sul, garota de Ipanema.
Você quer morar lá.
Tem money? Não.
Então, não pode não.
Conclusão: essa cidade te ama?
Não!!!!!!
O quê que ela é então?
Puta, é puta!!!!!

"Calma, quê isso?
Você tá tão revoltado", disse a psicanalista diante do meu delírio.
É que todas as coisas que eu via – criança, fábrica, escola... –
Todas elas pareciam putas.
Trinta minutos depois, eu paguei a consulta
E voltei sozinho pra casa.
Com aquela sensação:
Puta, é puta!!!!!!!!!

sábado, 26 de junho de 2010

Mascote

Neste último sarau, tivemos a participação de um grupo de dança bem legal, chama-se Koteban http://www.balletafrokoteban.blogspot.com/ onde os tambores fizeram o sarau esquentar!

Outro ponto alto do sarau foi a participação do Vinicius (Mascote), amigo de caminhada Donde Miras, logo após sua participação consegui pegar o texto pra publicar aqui, então, segue:

Pertencimento

Esse chão de madeira macia ou pedra chapada
que tão humildemente recebem meus pés sem sapatos
Esses milhões de hectares, aquelas montanhas
e entre elas, entre suas pernas - o vale
e toda a vida profusa no veio dagua, filete de sol
correndo as manhãs geladas!
Esses animais serenos, comendo a erva da terra
se refazendo do barro, se comendo aos berros sem
qualquer embaraço... Esse imenso terreno baldio
e suas árvores de mil braços, cada um com mil olhos
verdejantes sensíveis ao vento e também suas sementes,
e seus frutos suculentos, ahhh, pros seus dentes!
As moradas dos homens, de ferro e cimento de pau
e palha de telha e vidro de papelão. Cada pequena
janela mirando um retalho de paisagem
e também cada paisagem com tyodas as suas janelas!
Esses campos arados e a ceifa terrível, os caminhões
quase sempre tombando aos navios imensos, hidras
rasgando o vento sobre a lâmina d'água! Essa água
toda de sal e a água viva das nuvens e a água
virgem das fontes e as pontes sobre os rios
que as cruzam! Todo, todo vinho das adegas, segredos
guardados pelo beijo das rolhas, a alma das uvas
e os vinhedos.
Os sabores das coisas, das coisas todas as coisas sem alma.
O terno elegantíssimo, a bengala bem polida, o chapéu altivo,
tão engraçado! As fachadas coloridas dos puteiros que as
crianças amam mas seus pais frequentam.
Essa cama de areia no lábio do mar e as ilhas exigidas no nada,
e as quilhas engastadas no fundo do oceano. A reunião das estrelas,
os satélites vagantes na espiral do delírio humano, os mil vezes
cem bilhões de anos do cosmos colorido!
Toda e qualquer cantina, cantinho de gula, doces caseiros
celeiros de milho, a comida lançada ao lixo!
Os livros adormecidos nas estantes lustrosas, a poesia e a prosa
de 20 séculos, essa imensa síncope de imersão ciclópica!
Os corações das multidões maciças, das solidões voláteis.
Aquelas catedrais de altares fúnebres e as bacias douradas
de água benzida, que boas pra matar a sede. Todas as riquezas
bíbliscas, salomão cantou-as, vede!
Também a arte dos povos, a tinta despendida em visões obscuras,
incríveis e puras, tão fúteis e amáveis. Os inumeráveis salões
de baile e os pingentes pendentes sobre o seio das mulheres,
pedras opalescentes, lágrimas da rocha, pérola cadentes que
a mão do ourives desabrocha.
A fênix dos penhascos cantando a mortedo fogo,
a revoada dos pássaros, devum verão ao outro.
A campina dos leões, a estepe dos lobos, a sede dos esquelos
e a ravina do corvo, qualquer bioma possível e a biosfera toda.
na mata e no deserto, não tão notáveis quando os castelos
dos insetos, colméias suspensas, galerias subterraneas
E as miragens litorâneas na hora que o sol evade!
Os territórios sem grades, a evaporação  das cercas e o carnaval
das cidades. E mesmo a dor subcutânea e insondável, tão comum
à alma humana, a dor vã e indevassável...

terei tudo tudo
todas as coisas
e só porque não comprarei nada
e de nada serei dono!

sexta-feira, 25 de junho de 2010

SARAU 21-06-10 LANÇAMENTO DOS VÍDEOS DA OFICINA PELO PONTO DE CULTURA MORARTE

Banda Preto Soul

Banda Preto Soul
Ballet Afro Koteban
Kenia
BINHO E FERNANDO ( SARAU VILA FUNDÃO)
ELBER LADISLAU
MARCOS VINICIUS ( MASCOTE)
ALESSANDRO BUZO

CHECHO

quinta-feira, 24 de junho de 2010

colaborador

se não me falha a memória, um dia a Suzi estava aqui em casa quando surgiu a história do blog e ela sugeriu que alguns amigos colaborassem com o blog, bem, dai aqui to eu ouvindo Thelonious Monk pra me inspirar e estrear meu primeiro despretencioso post :)

o sarau erótico foi um verdadeiro sucesso, não sei se pq foi na sequencia do dia dos namorados e os solteiros de plantão pensaram em aproveitar a ocasião pra numa jogada de tabela matar no peito e chutar a gol, fato é que o sarau lotou e foi um dos saraus mais interessantes que fui nos últimos tempos, sexo é sempre um assunto que mexe com a gente, além de ser ilustrado por quadros eróticos do Shidon, eu queria publicar aqui alguns poemas dessa noite, mas poetas são poetas, acho que não acessam e-mails, ou algo parecido... não consegui os poemas por enquanto, mas vou continuar tentando... uma hora rola, de qq forma, desse dia fiquei com a reflexão que o Binho soltou sobre o psiu, foi assim

certa altura da noite, todo mundo ainda eufórico, querendo continuar a noitada e o Binho teve que conter a rapaziada por conta da lei do psiu, pq eles já estavam pagando uma multa, dai solta esta: "eles se incomodam com o nosso barulho, eu me incomodo com o sono deles, até quando esse povo vai continuar dormindo? será que nunca vão acordar?"

bem, paro por aqui, em breve voltarei, madrugadas de insônia não me faltam rs

gunnar vargas

domingo, 20 de junho de 2010

BANDA PRETO SOUL

VELHOS PARCEIROS DO SARAU DO BINHO, MÚSICA DE EXCELENTE QUALIDADE!
www.myspace.com/pretosoul

terça-feira, 15 de junho de 2010

SARAU ERÓTICO 14-06-10

Erotismo ou pornografia? Qual a diferença?
Erotismo, do grego "Erotikós"- Amor sensual, Eros- Deus do amor
Pornografia , palavra criada em 1769 que originalmente significava " Escrito sobre prostitutas" ( pornê=prostituta; graphê= escrita)
Segundo Alain Robbe Grillet " A PORNOGRAFIA É O EROTISMO DOS OUTROS"
É um tema polêmico, mas muita gente veio ver, se divertiu, desfrutou e gozou rsrsr

Música Brasileira de qualidade Pow, Ivan
Quadros de Shidon Soares
Suzi
Naloana- Grupo Clariô
Muita gente
Rodrigo Ciríaco
Priscila- Capulanas e Umojá
Sr. Lourival
Pilar e gabriel

quarta-feira, 9 de junho de 2010

SARAU 07-06-2010 COM FRIO E TUDO,

Dia de gravação do documentário " Curta Saraus" do Coletivo Arte na Periferia.
Agradecemos ao artísta plástico Shidon pelos belíssimos quadros.

Ivan e Shidon
TONINHO POETA, MAURICIO MARQUES E RENATO PALMARES
Zá Lacerda
Augusto
ADRIANI E GERALDO MAGELA
GRUPO CLARIÔ
MARQUINHOS
BRUNO TARCIS
MARCOS VINICIUS - MASCOTE
MAURICIO MARQUES
RENATO PALMARES
NARUNA
BOI FORMOSO ( Grupo Candearte )
BINHO, THIAGO E GIOVANI BAFÔ
RAFAEL E FABIO FEIJÃO segurando a nossa moeda " o Sampaio "
JOÃO CLAUDIO E DAVID

domingo, 6 de junho de 2010

DEBATE HIPHOP

ZINHO TRINDADE , POW, DUGUETO, FINO E FISH




Shidon pergunta

terça-feira, 1 de junho de 2010

GRANDE FESTA

Grupo Candearte
Gabriel

Binho e Rosário ( velhos amigos)
Toninho Poeta
Umojá
Flávia- Umojá
Rafael e Thais
Mutcho e Binho

Gabí , Edelaine, Binho e Renato Palmares
Naiana, Renato, Suzi e Binho
Lila e o filhote, Ciça, Barbara, Lívia e Bia
Suzi, Leidyla e Edelaine
Gil, Pow e Alison
Clodoaldo, "Som de Zion"

Família linda

Sarau do Binho